Com a tecnologia mais presente nos processos operacionais das empresas, é comum ouvirmos falar cada vez mais sobre a Segurança da Informação no meio empresarial.

Esse deve ser um assunto de extrema prioridade, pois toda empresa trabalha com dados confidenciais, sejam eles de pessoas físicas ou jurídicas. Por isso, Segurança da Informação tornou-se prioridade na gestão de empresas que desejam se proteger de perda de arquivos, roubo de informações, entre outros ciberataques.

Se você acha que isso está longe da as sua realidade, não se deixe enganar! Segundo relatório do Fraud & Abuse Report, empresa norte-americada especializada em segurança da informação, no primeiro trimestre de 2020, o Brasil apareceu no ranking dos 5 países mais afetados por fraudes digitais. 

Existem vários tipos de fraude, entretanto, a mais comum é a que o golpista se passa por uma empresa e solicita o pagamento via boleto falsificado para carteira de clientes, que são os dados roubados a partir de ataques, de algum estabelecimento. Também existem casos em que os golpes consistem em direcionar os usuários, através de links divulgados por e-mail, SMS, WhatsApp ou redes sociais, a sites falsos, solicitando que ele aplique seus dados pessoais e bancários, que posteriormente serão utilizados para fraudes digitais.

No século 21, em que os dados são os bens mais preciosos da humaninade, é  primordial investir na segurança da informação para a sua proteção e a de seus clientes.

Pensando nisso, separamos a seguir 7 dicas práticas para melhorar a Segurança da Informação na sua empresa:

1. As senhas devem ser mais seguras

Como fazer isso? Criar senhas mais longas, mesclando letras minúscula com maiúscula, caracteres especiais, números não sequenciais e códigos que não tenham relação coma sua vida pessoal, como datas de aniversário.

Existem softwares capazes de descobrir senhas automaticamnete, e por esse motivo, é necessário adotar senhas cada vez mais fortes.

Uma boa dica, é que, se possível, estabeleça uma política de senhas para que os usuários do seu estalecimento, troquem as senhas periodicamente.

2. Atualize o sistema sempre que for sugerido

As atualizações dos sistemas, softawares e aplicativos, na maioria das vezes, servem para reparar falhas na seguranças, evitando que novas estratégias de ataque atinjam o seu negócio.

3. Invista em softwares de proteção

Uma das principais medidas preventivas a serem adotadas nas empresas é a instalação de um bom antivírus que previne, detecta e elimina ameaças do computador.
Invista também em um programa de Firewall eficiente e ative filtros anti-spam que servem para evitar riscos e golpes que ocorrem por meio da internet.
Outra dica importante é manter sempre os seus softwares e programas atualizados. O motivo é simples: atualizações corrigem falhas de segurança e diminuem os riscos de ataques na rede.

4. Verificação em dois fatores

Cada vez mais plataformas estão adotando esse metódo, o que tem contribuído para promover a segurança dos usuários. Portanto, caso o aplicativo forneça essa opção, opte por ela. A verificação dupla é uma forma de proteger a sua conta em serviços online caso a sua senha seja descoberta ou roubada.

O funcionamento desse metódo pode variar de um serviço para o outro, mas basicamente consiste em utilizar duas etapas para verificar se é realmente você mesmo que está logando na conta. Primeiramente você precisará digitar sua e senha, e logo após isso, você terá que escolher alguma forma de contato (e-mail, WhatsApp ou SMS) que deseja receber um código específico, gerado de forma aleatória, para posteriormente, introduzi-lo na plataforma que deseja acessar.

5. Proteja sua rede interna

Altere as condições de proteção da sua rede interna, pois, boa parte dos ataques cibernéticos que colocam em risco a segurança da informação, são efetuados por meio do acesso ao Wi-fi.

Antivírus, serviços de segurança da informação e gestão do acesso à internet, podem impedir abordagens externas e ataques de links não seguros, pois irão monitorar e controlar o tráfego da rede.

6. Capacite seus colaboradores

Orientar a sua equipe sobre os temas abordados acima, irá tornar o seu negócio mais seguro, pois assim evitará ataques oriundos de falhas humanas, como o clique em links de origem suspeita o compartilhamento de dados sensíveis, como dados pessoais de clientes ou da empresa.

7. Utilize a tecnologia a seu favor

Com a ajuda de novas tecnologias, já é possível automatizar diversos processos de cibersegurança dentro das empresas, evitar falhas, identificar vazamentos de informações e fortalecer cada vez mais a segurança dos seus sitemas.

Sendo assim, é importante que o seu negócio tenha a tecnologia como forte aliada, adotando ferramentas confiáveis de proteção de dados, que irão garantir a segurança completa do seu estabelecimento.

 

Já aplica alguma dessas estratégias de segurança no seu negócio? Conta pra gente nos comentários. 🙂

Veja também: Autocred, a plataforma que traz soluções financeiras ao setor automotivo!

Link de acompanhamento: https://www.dpk.com.br/seguranca-da-informacao-como-manter-o-seu-negocio-seguro/trackback/

Comentar:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *