Saiba quais são as características do câmbio automático e descubra o que é mito e verdade!

Algumas pessoas defendem o câmbio automático e outras detestam a tecnologia. Com o surgimento desse tipo de transmissão, surgiram vários mitos. Veja quais são eles!

Carros com câmbio automático gastam mais combustível

Mito! Essa ideia surgiu devido a ineficiência dos antigos câmbios automáticos que não tinham um bom sistema de gerenciamento. Portanto, realizavam a troca das marchas em rotações mais altas. Consequentemente, aumentava o consumo de combustível. No entanto, a tecnologia avançou e os carros automáticos costumam ser até mais econômicos que as versões de câmbio manual.

As trocas de marcha são mais rápidas

Verdade! O câmbio automático é muito mais veloz na troca de marchas. Alguns são comparados a sistemas de dupla embreagem, que são muitos eficientes e rápidos e que normalmente são utilizados em veículos esportivos.

Custo alto de manutenção

Verdade! O câmbio automático é conhecido por quebrar menos do que o comum. Isso porque, o defeito ocorre devido ao uso inadequado dele. Como engatar marchas sem que o conjunto de engrenagens estejam alinhados.

Como o câmbio automático é controlado por um sistema eletrônico, isso não ocorre. No entanto, essa transmissão é muito mais complexa. Isso porque, são necessários equipamentos especiais o que também aumenta o custo da manutenção.

Sua vida útil é maior

Verdade! Como citamos acima, o câmbio automático quebra menos e sua vida útil tende a ser maior.

Em um sistema convencional, na troca de marchas, é preciso ficar atento ao selecionar uma rotação adequada. Se isso não for feito, pode prejudicar a caixa de câmbio e acelerar o seu desgaste. Na versão automática, isso não acontece, uma vez que o sistema eletrônico faz esse gerenciamento.

Aumento do desgaste dos freios

Mito! Quando o veículo equipado com câmbio automático está parado, é preciso acionar o freio para mantê-lo assim. Contudo, a força que o carro realiza para frente é tão pequena que não influencia em nada no desgaste.

Veja também: Como funciona o sensor de fluxo de ar.

Link de acompanhamento: https://www.dpk.com.br/mitos-verdades-cambio-automatico/trackback/

Comentar:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *